Fertilidade: quanto tempo leva para engravidar

Fertilidade: quanto tempo leva para engravidar

Passam-se dois, três, seis meses e a sonhada gravidez não acontece. Com a demora, vem a ansiedade e a pergunta: quanto tempo leva para que a concepção ocorra naturalmente? A dúvida é frequente e o tempo varia de casal para casal.

“Em geral, o tempo de até 12 meses é considerado normal quando há relações sexuais regulares e sem uso de anticoncepcionais”, afirma a Dra. Ana Maria Morato Gagliardi, ginecologista da Scope.

A fecundação ocorre no período ovulatório da mulher, isto é, entre o 12º e o 15º dias de um ciclo menstrual regular. Estima-se que a probabilidade mensal de o encontro do óvulo com o espermatozoide ocorrer seja de 20% a 25% entre casais com até 35 anos de idade.

Depois dos 35 anos, a chance da mulher engravidar vai diminuindo gradativamente. “A partir desta idade, o estoque de folículos ovarianos passa a cair acentuadamente, impactando a quantidade e a qualidade dos óvulos”, lembra a Dra. Ana Maria. Com o passar do tempo, a reserva ovariana vai se esgotando, e chega ao fim quando a mulher atinge a menopausa, que marca o encerramento da sua fase reprodutiva.

Além da idade, outros fatores podem prolongar a demora. Após interromper o uso de anticoncepcionais hormonais, o organismo pode levar algum tempinho para se adaptar. Entre quem usa anticoncepcional injetável e por isso não menstrua, a gravidez poderá ocorrer depois da normalização do ciclo menstrual. Já entre quem faz uso de pílula, o efeito contraceptivo em geral cessa depois de 24 horas.

Vale lembrar que os anticoncepcionais não prejudicam e nem reduzem as chances de gravidez. “Depois de interromper o uso, a mulher pode engravidar normalmente”, afirma a Dra. Ana Maria. De qualquer forma, é recomendável que a interrupção do método contraceptivo seja sempre acompanhada pelo médico.

E se eu não engravidar?

A maioria dos casais engravida dentro de um ano. Depois desse tempo, caso a gravidez não ocorra naturalmente, o casal deve buscar ajuda médica para investigar a existência de eventuais problemas. Se a paciente tiver mais de 35 anos, aconselha-se que a consulta ao ginecologista aconteça depois de seis meses de tentativas.

A dificuldade para engravidar pode estar relacionada a fatores masculinos ou femininos. Entre as mulheres, as principais causas estão ligadas a disfunções na ovulação, alterações nas tubas e no útero. Além disso, é necessário investigar a presença de algum problema ginecológico, como Síndrome do Ovário Policístico, miomas e pólipos.

Outra causa comum da dificuldade de engravidar é a endometriose, que acomete de 10% a 15% das mulheres em idade fértil. A cirurgia por videolaparoscopia costuma ser o tratamento mais indicado para portadoras da doença que pretendem ter filhos. O diagnóstico precoce é muito importante: quanto antes a doença ginecológica for detectada e tratada, menores as lesões e maiores as chances de engravidar.

A Scope atua no diagnóstico e tratamento de patologias ginecológicas através de técnicas modernas e minimamente invasivas. Entre em contato e agende a sua consulta online ou pelo telefone (11) 3849-1818.

0