Mastalgia: dor nos seios afeta 70% das mulheres

Mastalgia: dor nos seios afeta 70% das mulheres

Você costuma sentir dores nas mamas quando o período menstrual se aproxima? Segundo a Sociedade Brasileira de Mastologia, cerca de 70% das mulheres apresentam quadros de mastalgia em algum momento da vida. Na maior parte dos casos, a dor é um sintoma da TPM e não se relaciona a doenças graves.

A mastalgia é classificada em três tipos:

Cíclica: associada às alterações hormonais do ciclo menstrual, costuma desaparecer após a menstruação. Em casos severos, a dor persiste por períodos prolongados.

Acíclica: independe do ciclo menstrual e pode estar relacionada a inflamações ou a algum trauma.

Extramamária: é a dor musculoesquelética da parede costal, do dorso ou dos membros superiores e que se irradia para a mama.

Embora na maior parte dos casos a mastalgia seja do tipo cíclica, pacientes que sofrem com o desconforto devem passar por avaliação médica e ter acompanhamento regular. Em caso de dor prolongada e severa, o ginecologista pode indicar analgésicos. Para minimizar o desconforto, também é recomendável evitar bebidas com cafeína e dar preferência a sutiãs e roupas confortáveis.

Uma preocupação frequente das pacientes é que a mastalgia esteja relacionada ao câncer de mama. No entanto, segundo o Dr. Ariel Brandes, tumores malignos raramente causam dor. “No caso de câncer de mama, outros sinais podem estar presentes, como presença de nódulo, secreção no mamilo e alterações na pele”, explica o mastologista da Scope. Para detectar precocemente a doença, é importante realizar o autoexame das mamas e fazer consultas preventivas regularmente.

Fique atenta aos sinais do seu corpo, observe alterações e, diante de desconfortos, busque a orientação do seu ginecologista.

A Scope atua no diagnóstico e tratamento de patologias ginecológicas através de técnicas modernas e minimamente invasivas. Entre em contato e agende a sua consulta online ou pelo telefone (11) 3849-1818.

Open chat