Para que serve e como é feita a videohisteroscopia cirúrgica

Cirurgia já não é mais sinônimo de procedimento complexo, arriscado e de recuperação dolorosa. Desde que a videohisteroscopia e outros métodos minimamente invasivos se consolidaram como alternativas à cirurgia convencional, diversas doenças ginecológicas podem ser operadas de modo mais simples, seguro e sem necessidade de corte no abdômen. Assim como na modalidade diagnóstica, na videohisteroscopia […]