Dismenorreia primária e secundária: descubra os tipos de cólica menstrual

Você sabia que existem dois tipos de dismenorreia (cólica menstrual)? A primária é a mais frequente, afetando cerca de metade das mulheres em idade fértil. Essa dor no baixo ventre, que pode irradiar para as costas e membros inferiores, está ligada à liberação em excesso de prostaglandina, substância produzida pelo endométrio e responsável pelas contrações uterinas que resultam na menstruação.

A dismenorreia secundária, por sua vez, está associada a algum distúrbio no aparelho reprodutor feminino. Descrita pelas pacientes como uma dor profunda e intensa, às vezes incapacitante, ela é provocada pela presença de um mioma uterino, doença inflamatória pélvica ou endometriose. “A inflamação intensifica a cólica, que pode estar acompanhada de outros sintomas, como sangramentos anormais e dor durante a penetração sexual”, explica a Dra. Ana Maria Morato Gagliardi, ginecologista da Scope.

Diferenciar a cólica menstrual primária da secundária é o primeiro passo para realizar o tratamento adequado. Além de avaliar o histórico clínico, o ginecologista pode solicitar exames de laboratório e de imagem, a fim de diagnosticar o problema.

Anti-inflamatórios ou anticoncepcionais orais, que devem ser sempre prescritos pelo médico, propiciam o alívio da dor em pacientes com quadro de dispareunia primária. Já no caso de cólica menstrual secundária, é necessário tratar a causa específica que a origina. A endometriose, quando provoca nódulos retrouterinos e aderências, pode requerer tratamento cirúrgico por videolaparoscopia, procedimento minimamente invasivo que retira as lesões e permite a rápida recuperação da paciente.

Você tem sentido cólicas intensas? Então busque auxílio médico, pois o desconforto pode ser controlado com o tratamento correto. Lembrete: automedicar-se é perigoso, já que todo medicamento pode ter efeitos adversos.

A Scope atua no diagnóstico e tratamento de patologias ginecológicas através de técnicas modernas e minimamente invasivas. Agende a sua consulta online ou ligue (11) 3849-1818.