O que é menopausa?

tratamentos para menopausa

Menopausa é a última menstruação da mulher, é o final  do período de vida reprodutiva. Os ovários param de funcionar pois todas as células que produziam hormônios e óvulos, os folículos, se esgotaram, ocorre aproximadamente aos 50 anos.
No último século a expectativa de vida do ser humano aumentou muito, cerca de 95% das mulheres de países desenvolvidos atingem a menopausa e 50 % delas ultrapassam 75 anos de idade.

O número de mulheres menopausadas vem crescendo muito com o aumento da expectativa de vida.

Por esta razão os estudos em relação à menopausa tem ganhado grande importância nos últimos anos, e o controle dos efeitos da menopausa vem se aprimorando, para oferecermos uma boa qualidade de vida para estas mulheres.
A transição da vida reprodutiva para a não reprodutiva chama-se climatério, geralmente alguns anos antes da menopausa as mulheres começam a ter mudanças no seu padrão menstrual normal.

Às vezes passam a menstruar mais outras vezes menos, com falhas de algumas menstruações no ano, concomitantemente começam a experimentar sintomas como “fogachos”, que são ondas súbitas de calor, diminuição da lubrificação vaginal, a vagina fica mais seca, podem surgir sintomas como cansaço, desânimo, irritação insônia.
A diminuição dos hormônios estrógenos, progesterona e testosterona é responsável pelos sintomas que acima citamos.
Um estilo de vida saudável em termos nutricionais e de atividade física rotineira deve ser adotado pela menopausada.

Existe uma grande facilidade em se ganhar peso nesta fase, com todos os seus inconvenientes e consequências indesejáveis.
Sendo assim uma dieta saudável se impõe, os exercícios físicos aeróbicos (correr, andar, nadar, andar de bicicleta) são necessários para melhorar e manter a função cardio vascular.

Os exercícios funcionais visam manter a massa muscular a flexibilidade e o equilíbrio, que vamos perdendo à medida que vamos envelhecendo.
A Terapia hormonal é de grande utilidade mas só pode ser realizada em pacientes adequadamente avaliadas por um ginecologista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat