O que você precisa saber sobre endometriose

O que você precisa saber sobre endometriose

Você já chegou a faltar ao trabalho por sentir cólicas incapacitantes? Ou tem uma amiga com dificuldade para engravidar? A endometriose, infelizmente, está mais próxima do que se imagina. Só no Brasil, cerca de 7 milhões de mulheres sofrem os impactos físicos, emocionais e econômicos provocados pela doença que é também a principal causa da infertilidade feminina. Saiba quando suspeitar do problema para buscar ajuda e levar uma vida livre de dores.

Conheça os sintomas

A cólica menstrual intensa e progressiva é o sinal mais frequente da endometriose. Ela ocorre em razão do processo inflamatório provocado pela presença de tecido endometrial fora da cavidade uterina. Por indicar um problema sério, não deve ser encarada como “frescura”. “A naturalização da dor atrasa o diagnóstico e, consequentemente, a solução do problema”, afirma a Dra. Ana Maria Morato Gagliardi, ginecologista da Scope. Outros sintomas são: dor pélvica, desconforto na relação sexual, dificuldade para engravidar e dor ao evacuar ou urinar.

Entenda a doença

A endometriose é uma doença estrogênio-dependente que ocorre quando parte do tecido endometrial que deveria ser expelido na menstruação migra para outros órgãos da cavidade pélvica, como tubas, ovários, intestino e bexiga. Embora as causas do fenômeno não estejam totalmente esclarecidas, estudos indicam que filhas e irmãs de portadoras da doença têm mais chance de desenvolver o distúrbio. Por isso, vale redobrar a atenção em caso de histórico na família. Se você menstruou cedo ou ainda não engravidou, fique atenta. Menarca precoce e gravidez tardia também são fatores de risco.

Busque assistência médica

Você não está sozinha! Na Scope, nossos ginecologistas são especialistas no diagnóstico e tratamento de doenças como a endometriose. A partir de uma avaliação criteriosa e individualizada será indicado o tratamento mais efetivo para o seu caso. “Para a maioria das pacientes, é possível se livrar dos sintomas e impedir o avanço da doença com o uso de medicamentos adequados”, explica a Dra. Ana Maria. Já a videolaparoscopia e a cirurgia robótica permitem a remoção das lesões de modo minimamente invasivo, sendo indicadas para casos mais graves. Agende uma consulta e não negligencie sua saúde!

Adote um estilo de vida saudável

Caminhar, correr, dançar ou andar de bike são bons aliados na prevenção e no alívio dos sintomas da endometriose. Isso porque a endorfina, produzida durante a atividade física, tem efeito vasodilatador e analgésico, aumentando o bem-estar e regulando os níveis de estrogênio, hormônio diretamente associado à doença. A dieta equilibrada também é positiva, devendo ser rica em verduras, frutas e alimentos naturais. Para ter uma vida mais saudável, evite o consumo de alimentos processados, gordura, açúcar e álcool, que colaboram para o aumento da inflamação.

Compartilhe informações

Agora que você sabe mais sobre endometriose, fique atenta aos sinais do seu corpo e converse sobre o assunto com amigas, colegas de trabalho e outras mulheres ao seu redor. Compartilhe informações e oriente quem está com dor a procurar assistência ginecológica especializada. Quanto mais cedo a doença for diagnosticada, mais efetivo será o tratamento.

A Scope atua no diagnóstico e tratamento de patologias ginecológicas, como a endometriose, através de técnicas modernas e minimamente invasivas. Entre em contato e agende a sua consulta online ou pelo telefone (11) 3849-1818.

Open chat